Arquivo | Uncategorized RSS feed for this section
24 abr

É estranho esse sentimento de quando você vai embora. Um vazio. Literal, por incrível que pareça. Meu coração vai com você. Espero que o seu fique aqui também. E, quanto mais tempo juntos, mais difícil é dizer “tchau”. Mais dolorido é. Dormir sozinha fica mais estranho… muito espaço, sabe? Muito solitário.

6 meses. Quanto de uma pessoa dá pra conhecer em 6 meses? Talvez não muito. Talvez ainda haja muita coisa pra gente saber um do outro… E, que bom que seja assim! Quando a gente conhece tudo sobre algo ou alguém… as coisas tendem a ficar um pouco monótonas.

Em seis meses conheci um homem. Mas não um homem qualquer. Um homem de verdade. Com manias e defeitos detestáveis… que eu amo. Amo em cada detalhe… de um jeito que só os apaixonados, com todos os clichês, são capazer de amar.

Um homem que me faz feliz porque também ama uma mulher real. Eu. Meus defeitos e manias.

Sincero, leal, maduro, inteligente, carinhoso, sensível… e outras coisas que não cabem ser ditas em um blog. 😉

Sou feliz porque te encontrei. Sou feliz porque me encontrei quando te conheci.

Que seja eterno enquanto dure… que dure eternamente!

Anúncios
26 mar

E aí? E aí que eu não sei trabalhar sob pressão. Um péssimo defeito para qualquer pessoa, principalmente nos dias de hoje… pressões para todos os lados. Provavelmente não há como escapar… e, se tiver uma saída, devo estar longe de descobrir.

E aí que tá complicado assim. Tô exausta. Nem tanto fisicamente… eu acho. Mas muito mais psicologicamente/ emocionalmente.

E aí que ‘I am drama queen’, ok? E aí faço/falo mil coisas que me fazem querer ter um controle “a là” “Click”. Volta tudo, vamos começar do zero… porque é que eu estou gritando mesmo?

E aí que a matemática é exata: mil erros só podem resultar numa noite em branco escrevendo um post sem sentido pra tentar extravar a p*** da angústia e do arrependimento. Bem vinda à vida real, garota. Não haverá misericórdia, peninha e nem telefones celulares all the time. Pelo contrário, sabe? Eles falham e aí que você fica perdida, porque não dá pra pedir desculpas quando der na telha… e do outro lado… bem… só Deus sabe o que tá acontecendo do outro lado.

Preciso aprender com urgência certas lições, antes que a vida me dê outra cacetada daquelas pra me acordar!

20 mar

E pensar que já tive a audácia de dizer que nunca me arrependia de nada, porque, seja lá o que eu fizer, sempre estaria aprendendo alguma coisa, mesmo que fosse nunca mais repetir aquilo.

A gente vai crescendo e a vida fica um pouco mais complicada que isso, com certeza. Tem mais ou menos umas 2 milhões de coisas que eu gostaria de nunca, jamais, ter feito. Das quais eu me arrependo amargamente, no exato sentido do termo. Arrependimento é, provavelmente, um dos, senão o mais, piores sentimentos possíveis.

E, tendo feito tantas coisas estúpidas, fico me perguntando como é que fui merecer tanta felicidade. E, olha, não entenda mal, não estou reclamando, longe de mim! Sinto-me, isso sim, profundamente agradecida, todos os dias, por ter a chance de ser feliz assim.

E, procuro me policiar, como jamais fiz, para não cometer nenhuma idiotice e desmerecer tudo isso.

Não quero dizer também que não tenho preocupações e, às vezes, fique triste. São tantas coisas na minha cabeça neste momento. Finalmente, o tão esperado último ano da faculdade chegou… E com ele, pressões de todos os lados. Monografia, OAB, futuro, 2012.

Sinceramente, não tenho idéia do que fazer daqui pra frente e isso me assusta muito mais do que deveria. Tenho pensado nisso todos os dias e taí uma coisa que não me deixa dormir tranquila.

Mas aí tem ele. Que me dá suporte todo o tempo. Que me ouve como ninguém nunca ouviu, que entende o que estou passando… pode parecer extremamente piegas… eu sei. Mas é a mais pura verdade. E aí, mesmo com todos os esses medos e pressões, estou segura de que as coisas vão acabar dando certo.

Como foi que eu fui merecer isso, eu não sei. Mas procuro viver essa felicidade com maturidade, e nunca desperdiça-la.

9 fev

Porque 2011 vai ser um ano melhor:

1. Porque eu resolvi ser organizada e, até agora, estou conseguindo.

2. Porque, como consequencia de ser organizada, ganhei alguns minutos no meu dia que eu perdia procurando/arrumando coisas.

3. Com mais tempo, não me esqueço de nada antes de sair de casa pela manhã, consigo usar todas as minhas roupas (porque agora elas ficam dobradas dentro do guarda-roupa) e tenho mais ânimo de estudar, vez que, um lugar organizado é bem mais inspirador do que um bagunçado.

4. Porque resolvi que estudar a única salvação. O caminho, a verdade e a vida! rs

5. Porque, de repente, tanta coisa faz sentido, tô mais positiva, animada…

Sim, estar apaixonada tem grande influência sobre todos os itens acima. E eu não acho que isso seja uma coisa ruim. É tão bom que o mundo esteja mais colorido, que meu ânimo esteja mudado… que a companhia seja tão boa.

Por isso, 2011 vai ser um ano bem melhor que 2010.

6 fev

Aí vai embora e fica tanto espaço… nem sabia que tinha tanto assim. Mas ao mesmo tempo me preenche, sabe? Faz feliz. Esse final de semana: planos. Planos, planos, planos. Fico pensando se ganhei na loteria ou alguma coisa desse tipo pra merecer alguém tão especial.

Tenho medo de, de repente, acordar.

27 jan

Acostumei tão rápido com a sua presença! É difícil dormir agora sem você ao meu lado. Nunca pensei desse jeito em ficar com alguém “pra sempre”… com você eu penso nisso de verdade. E acho possível. E acho bom. De repente, é bom ter planos pro futuro de novo… e nem tô falando de casamento. Mas, agora, eu consigo planejar a minha vida como eu não fazia já há algum tempo. Carreira, estudos… sabe? Quando 2011 começou eu recomecei. Uma nova fase. Eu sei que esse ano não vai ser fácil. A partir de fevereiro a correria vai recomeçar, mas num nível bem mais hard. E, esse feeling de agora, provavelmente acaba na primeira TPM. É claro que eu tenho medo! De tantas coisas! De não conseguir, de decepcionar… a mim, a você… de te perder! Mas, ao mesmo tempo, sinto que estou mais corajosa. A gente se esforça tanto pra ser uma feminista bad ass… mas no fundo tudo o que a gente quer é conto de fadas. Ok… não estou mudando de idéia. Eu sei que esse tipo de coisa é só historinha… e que você não é um príncipe encantado. Mas não posso deixar de me sentir nas nuvens quando estamos juntos. Quando nos falamos pelo telefone. Quando você diz que me ama e eu sei que é verdade. O medo me lembra que tudo isso é real. E que, como toda boa realidade, pode acabar num piscar de olhos. Por isso é importante aproveitar o quanto pudermos. Sermos felizes enquanto pudermos. Quero me esforçar pra construir uma vida… quero que seja ao seu lado.

Te amo.

24 jan

Bem que eu avisei que ia sumir neh? Mas foi por um bom motivo. Um ótimo motivo.

2010 foi um ano bem complicado pra mim. Amorosamente falando. E, nos 44 minutos do último tempo, eis que o cenário muda completamente e agora eu estou tão feliz ao lado de uma pessoa tão maravilhosa! Hoje fazemos 3 meses de namoro. 5 meses que estamos juntos. O melhor semestre de todos.

E esse fim de ano fizemos tantas coisas que, realmente, não posso dizer que faltou inspiração pra escrever, mas tempo! Viajamos, passeamos, namoramos, namoramos…

Hoje é o meu primeiro dia de volta das férias do estágio. De volta pra casa! De volta pra vida real! Mas sem esquecer que tudo de bom que me aconteceu nos últimos meses também foram realidade.

Esse ano não vai ser fácil. Jornada tripla me espera a partir de 14/02. Tem prova da OAB, cursinho, monografia, facul, estágio….. ufa! Cansa só de pensar. Que bom que encontrei tão boa companhia! Alguém que me ajuda a ser forte, que pensa comigo, caminha ao meu lado….

Já falei que tô feliz?