Arquivo | julho, 2010
17 jul

“Come back to me
Oh please don’t deny
That you don’t wanna come
Come back to me
Come with me uhhhh
Let’s get high
Let’s stay together
There’s nothing to hide”

17 jul

Se eu encontrasse uma lâmpada mágica, com um gênio dentro e pudesse fazer um pedido… meu único desejo seria entender o que se passa na sua cabeça e no seu coração.

Esse suspense tá me matando!

Saudade dói.

13 jul

A coragem de dar o primeiro passo. A saudade doída de você. A sinceridade dos abraços. As boas lembranças. As más lembraças e arrependimentos. O choro… às vezes contido, muitas vezes escancarado. O desejo da reciprocidade. O carinho eternamente contido. As palavras eternamente contidas. A coragem de dar o primeiro passo. A coragem. Minha mente gira por esses pequenos pensamentos que têm ocupado todos os meus dias. Quero tanto não estar me enganando… mas já é hora de ser mais pró-ativa nessa vida. Já é hora de ter coragem.

6 jul

O mundo dá tantas voltas que às vezes fico tonta!

Ultimamente coisas tão inacreditáveis têm acontecido. Tanto de um jeito bom quanto de um jeito ruim… mas do mesmo jeito inacreditáveis.

As duas últimas foram ótimas. Me pegaram totalmente de surpresa que mal acreditei.

A primeira foi indescritivelmente maravilhosa. Finalmente me sinto livre em relação a isso. Finalmente um capítulo que termina. Alívio.

A segunda. Rá! A segunda chega a ser engraçada… porque aquele recadinho foi tão despretensioso! Nunca esperou sinceramente por uma resposta. Mas quem diria! Houve resposta… e melhor ainda! Não foi uma resposta qualquer… foi um “eu também penso em você”. E logo eu que queria dar um susto em alguém, fui quem ficou assustada. Sem fala. Feliz? Tá… isso eu não sei.

Mas, de qualquer forma, é bom ter alguma parte da minha vida “amorosa” (beeeeeeem entre aspas MESMO) nas minhas mãos de novo. Algum controle nessa bagunça cai bem.

Agora… bem que o mundo podia rodar devagarinho dessa vez…

3 jul

Dormir com sua mente e sonhar com o seu coração.

Tô precisando de um transplante urgente!