Arquivo | dezembro, 2009
12 dez

(26 de dezembro de 2008) “Pra 2009 espero alguma clareza, alguma lucidez esporádica, pelo menos. Pra enxergar melhor a vida, pra ter mais certeza das coisas, dizer menos “não sei”… Estudar bem mais, aproveitar… saber como. Pra 2009 espero menos TPM e mais amor. Menos atitudes erradas… menos decepção. Não quero perfeição, não entenda mal… Quero muito obstáculo, pra aprender. Mas quero aprender! E não permanecer no erro, como tenho feito.

Quero descobrir o que eu quero de verdade pra minha vida daqui em diante. Aproveitar o agora, mas com um olho no amanhã… ter planos, buscá-los de verdade. Viver.

Quero ser mais pró ativa. Fazer mais do que faço. Sair do meu comodismo. Me jogar na vida. Dar a cara a tapa.”

2009 foi, no mínimo, um ano intenso. E, posso dizer, com absoluta certeza, que tive muito do que desejei para esse ano. Porque o que eu desejei com mais força e mais vontade foi aprendizado, amadurecimento. E esse foi um ano de aprendizado. Sobre mim mesma, principalmente. Tá certo que aprendi na marra, o que não é o ideal. Mas o importante é que agora eu sei que, mesmo na dor, eu sou capaz de aprender, de ser melhor, de me reinventar. E esse foi o melhor aprendizado de 2009, com certeza. Descobrir que eu posso, que eu sou capaz de me levantar e superar.

Mas não só “emocionalmente” que aprendi.  Descobri minha capacidade também quando consegui essa nova vaga de estágio, sendo melhor que uns 40 e poucos candidatos. Conseguindo alguma coisa, e dessa vez com absoluta certeza, por meus próprios méritos. E isso não há nada que pague.

2009 foi um bom ano, no final das contas.

E não só pra mim! Mamãe tá bem, como há muito tempo não estava. E isso só pode me deixar ainda mais feliz.

Minha irmã se formou na escola. E isso me encheu de orgulho. E logo, logo vai estar fazendo faculdade… e eu vou ficando mais e mais velha! rs

Olha… não sei se eu cheguei a “dar a cara a tapa” esse ano, como desejei no fim de 2008, mas em 2009 eu me senti mais útil que no ano passado. Apesar de não estar estudando tanto quanto deveria e isso eu acho que não tem jeito mesmo… rs… eu me senti mais adulta esse ano… um pouquinho de nada mais independente… o que fez uma enorme diferença.

Enfim, em 2009 a TPM esteve ai com força total, fiz grandes amizades, chorei mais do que deveria, aproveitei a vida como nunca fiz, fiz o que tive vontade, fiquei solteira, beijei menos do que gostaria, passei por uma fase ótima de auto conhecimento, consegui um novo estágio, não tô gostando, mas tô aprendendo a aproveitar as oportunidades que surgem e essa é uma delas, descobri muita falsidade por aí, descobri como é bom o gosto da liberdade, e tive certeza que o pior sentimento é o arrependimento, me viciei em outros seriados, em esmalte, em blogs de mulherzinha, mas também descobri meu feminismo, estudei menos do que deveria, como em 2008, mas me senti mais útil, mais produtiva, minha criatividade tirou férias de mim, e eu continuo à espera dela…

Pra 2010 eu espero continuar a enfrentar os obstáculos que surgirem com coragem. Mas também com mais leveza. Com mais discernimento, que nunca foi o meu forte. Espero mais maturidade pra guiar a minha própria vida. Que a independência venha por completo, tanto a material quanto a emocional. Não espero mais nenhum príncipe encantado, nem nenhum grande amor. Só o que desejo é que, eventualmente, apareça alguém interessante, divertido, pra me fazer mais feliz. Espero que em 2010 não haja nada tão intenso como foi em 2009. Na verdade, se eu puder resumir com uma palavra o que desejo pra 2010 é: leveza!

Ah… e que o Brasil ganhe a Copa… ou pelo menos chegue na final porque jogo é sempre uma ótima desculpa pra juntar as pessoas! E não há nada que eu queira mais do que estar sempre perto das pessoas que me fazem bem… minha familia, acima de tudo, e meus amigos, que em 2009 se fizeram ainda mais importantes.

Então, é isso aí! E que venha 2010…

sinal de vida

7 dez

Pois é… dei uma sumida maior que a habitual dessa vez. Então retiro desde já o que disse: 2 horas a mais fazendo estágio faz diferença SIM! E muita viu? Ainda mais em época de prova!

Sobre o estágio novo: não tô gostando e tô super-mega arrependida de ter largado o outro. Anyway… agora o jeito é ir ficando por lá mesmo até aparecer alguma coisa digna de novo na minha vida.

O pior é que o problema do estágio nem é as 2 horas a mais. O problema é desorganização do lugar. Pra se ter uma idéia: nem computador eu tenho (dizem que vão instalar um hoje de manhã pra mim… em breve saberei)! Além disso os sistemas não funcionam e os escraviários não terão recesso de fim de ano o.O

Pois é.

Enfim… agora tô no aguardo das notas das provas e ver se fiquei de prova final em alguma.

*figuinhas*

Em breve eu apareço de novo! =D