Arquivo | junho, 2009

Notícias rápidas…

19 jun

Falta 1 semana pras provas semestrais da faculdade.

Acho que começarei a receber bolsa-estágio em breve.

Numa mesma semana esqueci o aniversário de 2 amigas… ¬¬

Minha boca tá totalmente queimada por causa desse frio horroroso.

Tô com saudade dos meus seriados.

Vou ter que trabalhar em Julho (porre).

Saudade da minha mãe.

Tenho estudado mais… qualquer proximidade com as provas é mera coincidência…

Vou me fuder nessas provas… o.O

Escolhi definitivamente o tema da minha monografia. Como começar?

Carente ³²¹²³³ (novidaaade…)

Tô ficando obesa por causa do frio…

Saudade dos bons tempos de inspiração pra escrever, apesar de nunca ter escrito nada tão interessante assim.

Anúncios
5 jun

“A gente não percebe o amor/ Que se perde aos poucos sem virar carinho./ Guardar lá dentro amor não impede, /Que ele empedre mesmo crendo-se infinito. /Tornar o amor real é expulsá-lo de você,/ Pra que ele possa ser de alguém!” – Quem vai dizer tchau (Nando Reis)

5 jun

Mais uma noite ruim… cheia de sonhos. Não gosto de acordar e ter a impressão tão vívida de que não estava ali na minha cama há pouco. Como se tivesse saído do meu próprio corpo! Ido a vários lugares… e, ainda por cima, não me lembrar… a não ser de flashes incompreensíveis…

Gosto menos ainda desses sonhos sem nexo… que fantasiam uma vida que eu jamais vou viver. Sonhos de uma realidade que bem poderia ter acontecido… que o meu coração ainda quer, contra todo o bom senso e a minha própria cabeça que diz NÃO pra essa estupidez.

Não foi uma noite boa. Espero que melhore.

só pra constar…

3 jun

“(…) But you never make me scream/ You never make me scream/ But you never make me scream/ You never make me screa/m Oh it’s not fair/ And it’s really not ok/ It’s really not ok/ It’s really not ok/ Oh you’re supposed to care/ But all you do is take (…)” Not Fair (LilyAllen)

pois é… talvez um dia você fique sabendo…

insônia

2 jun

E aí a inspiração acabou. Inspiração pra amar. Inspiração pra estudar. Inspiração pra planejar… Foi-se embora. Não voltou mais. De repente assim. Nem sei quando foi… só sei que foi. E agora eu não tenho do que falar e… sério? mesmo que tivesse… e daí? PRA QUEM eu vou falar?? Quem vai querer escutar as minhas bobagens… as poucas que eu escrevo aqui ninguém se dá ao trabalho de ler… Imagina me ouvir! Rá! Tem graça…

Não… não tem graça nenhuma “viver” desse jeito… assim entre aspas… eu quero VIVER. Assim: em letras maiúsculas.

Mas é estranho porque eu tô sempre esperando isso ou aquilo acontecer pra minha vida começar. A escola acabar, a faculdade acabar, um namoro começar, um namoro acabar, a semana começar, o fim de semana começar, a segunda feira chegar… sempre sempre esperando. Todo mundo é assim ou sou só eu? Quando eu olho em volta tenho a impressão de que seja só eu a observar e todos os outros a viver. Ainda que a maior parte deles diga que sente o mesmo.

Parece que estou esperando um grande acontecimento. O Big Bang da minha vida acontecer e iniciar tudo.

Mas quanto mais o tempo passa mais eu tenho certeza de que nada vai acontecer… essa mesmisse não vai mudar, a não ser que EU faça alguma coisa….. ahhh… quem é que eu quero enganar? Não vai mudar. Nem que eu queira. Nem que eu faça. De alguma forma, tudo vai ser sempre essa mesmisse.

E, mesmo sabendo disso, eu simplesmente continuo a observar.

Burrice?

Preguiça?

Lerdeza?

Estupidez pura?

Sei lá. Acho que sou só eu.

Essa falta de inspiração absurda que me leva a escrever coisas idiotas que ninguém vai perder tempo lendo.

Auto piedade?

Taí… vou pensar no assunto.

OBS: A m*** da queratinização não durou nada. Meu cabelo voltou à estaca zero. Penso em me livrar dele definitivamente….